Diário de um fumador

Apenas o desespero na forma de palavras

10 de fevereiro de 2008

Domingo

Que seca!
Fim de tarde fechado no quarto, a trabalhar!
Preciso de arranjar desculpas para fumar.
Hoje só pus o adesivo às seis da tarde, hora em que escrevo. Não fosse a vontade de fumar forçar tal acto.
Já abri a gaveta, onde está o tabaco, sete ou oito vezes.
Tenho a certeza que esta luta se tornou desinteressante para vocês. Ao mesmo tempo, tornou-se mais difícil para mim...
Não me apetece escrever.
Só uma boa notícia: Ganhámos ao Mangualde 1-0. Golo do Janeiro!

5 comentários:

mónica disse...

" em breve chegarão uma dores no peito que me incomodam há vários dias. Depois prometo a mim mesmo que vou deixar de fumar.
" para contrariar, acendo um cigarro..." ( Rui Fonte, Horas Vagas)


passado um ano e tal o que era promessa passa a uma batalha diária.
o passo mais importante o setor já dei...já consegui estar 41 dias sem fumar, agora é continuar a ter a sua força para que este número aumente dia após dia... e que não volte a dizer " para contrariar fumei um cigarro´".

Para mim a sua luta nunca se vai tornar desinteressante ...

monica disse...

" em breve chegarão uma dores no peito que me incomodam há vários dias. Depois prometo a mim mesmo que vou deixar de fumar.
" para contrariar, acendo um cigarro..."( Rui Fonte, Horas Vagas)

passado um ano e tal o que era promessa passa a uma batalha diária.
o passo mais importante o setor já deu...já conseguiu estar 41 dias sem fumar, agora é continuar a ter a sua força para que este número aumente dia após dia... e que não volte a dizer " para contrariar fumei um cigarro".

Para mim a sua luta nunca se vai tornar desinteressante ...


escrevi novamente o comentario pk o anterior tinha erros. lol

Anónimo disse...

"setor"?

... não ligues se te vierem corrigir isso eles nem o nome sabem escrever por isso é que assinam como anónimos!

(não... eu não sou como eles... o meu nome é mesmo Anónimo!)

mc disse...

Se fosse fácil, onde estaria a sensação de vitória que sentes ao fim de cada dia que não fumas um cigarro?
tu lutas contra o cigarro, mas todos nós, aqueles com quem convives diariamente, de uma forma ou de outra, enveredam por lutas diárias em que cada dia se forçam a uma recusa dolorosa de algo.
Olha e pode parecer ridiculo mas " coração que não vê, não sente", deita todos os cigarros fora, mas quando o fizeres fá-lo com a determinação de que não voltarás a pegar em nenhum, e se há uma coisa que não te falta é determinação!!

Rui disse...

Mónica,
Obrigado por lembrares as minhas próprias palavras para me convenceres:) De facto, quando escrevi o "Horas Vagas", era apenas uma promessa...
Agora é uma realidade... dura e de luta constante.

mc,
A sensação de vitória é a igual à de angústia.
Não me consigo desfazer dos cigarros. Tenho medo de desesperar... Por enquanto, prefiro mantê-los na gaveta, não vá a vontade tecê-las...
Abraços

Reduzido a cinza

A minha foto
Canas de Senhorim, Viseu, Portugal
À espera de palavras...