Diário de um fumador

Apenas o desespero na forma de palavras

28 de novembro de 2008

A miserável

É também outro título. Também mete putas...
Também não gostava nada que me roubassem a ideia.
Para este título, inspirei-me no romance de Vitor Hugo.
Fica para outras histórias ;)
Abraço

A puta que lia romances de amor - Início

A ideia não é inédita, mas acho que pode resultar.
De uma forma ou de outra, quem lê este blog conhece os meus livros.
Assim, gostaria de partilhar com os leitores deste blog a construção de uma história.
"A puta que lia romances de amor" será uma história que irei escrever aqui, ao sabor da vontade minha, em conjunto com uma ou outra sugestão vossa.
Posso não seguir as vossas sugestões, claro! Até porque já tenho uma clara ideia do que quero para este conto, mas sintam-se na liberdade de criticar ou comentar o decorrer da história.

"A puta que lia romances de amor"

Brevemente neste blog.

27 de novembro de 2008

A puta que lia romances de amor

É um bom título.
E como me têm roubado algumas ideias, decidi registar esta aqui!
Deveria ter feito o mesmo noutras ocasiões, mas acho que é a isto que chamam: "Aprender com os erros"!

23 de novembro de 2008

O ARTISTA

video

20 de novembro de 2008

Alturas em que fumar faz falta

Esta é uma delas.
Fumar, em determinados momentos, faz falta. Aliás, fumar deve fazer parte de alguns momentos. E o que é válido para fumar também o é para rir, chorar, gritar ou calar...
Mas esta é uma boa altura para fumar. Só fumar. Talvez isso me impeça de fazer tudo o resto.

17 de novembro de 2008

Meo dia...

Por dois motivos, este é o meo dia.
1º Aderi ao Meo, por cabo. Agradável esta internet sem fios.
2º É o Dia Nacional do Não Fumador.
Que para mim é o equivalente ao Dia do Fumador Que Deixou De Fumar Há 10 Meses E Dezassete Dias.
Abraços!

16 de novembro de 2008

Sugestão IV

Ainda assim, é muito melhor o livro que o filme.

13 de novembro de 2008

12 de novembro de 2008

11 de novembro de 2008

Solidão


Em Tondela, uma senhora espera pelo autocarro.
(Obs.: Esta foto não é de Efeneto)

10 de novembro de 2008

Homenagem


Se fosse vivo, fazia hoje 95 anos.
Esta imagem é só para contrariar a ideia que mantemos do homem de fortes sobrancelhas brancas.
Um dos homens mais brilhantes de Portugal.
De seu nome Álvaro Cunhal.

Sem escrever...

"Há muito tempo que não escreve nada... Só escreve coisas que qualquer pessoa pode escrever!"

Quem o disse foi um aluno. Vou chumbá-lo por isso! :)
(tou a brincar)

Caro amigo, não escrevo porque não sei o que dizer.
Posso confessar que há uns dias para cá tem-me apetecido muito fumar.

Creio que me apetece fumar por saber estar numa fase passageira da minha vida. Pressinto a mudança e sinto-a logo ali, ao virar da esquina... ou, na melhor das hipóteses, num qualquer km da A24.
Apetece-me acender um cigarro logo desde o acordar. Tanto, que as manhãs têm sido dolorosas. À noite é mais fácil não fumar. Temos o pc, a tv e, no pior dos casos, temos a opção de dormir. De manhã temos de aguentar, à força, porque sabemos que temos ainda o dia pela frente.
As manhãs são do pior. A isto soma-se as noites sem dormir ou os sonhos que nos acordam de sufoco em sufoco, com o coração a bater a galope...
Já acordaste com o bater do teu coração? Já o imaginaste tão forte, capaz de te acordar?
Eu já acordei assim! E voltar a adormecer com esse barulho é impossível.
O estado de graça chega com os comprimidos. Já adormeci abraçado a caixa de prazolans vezes sem conta... Mas durmo e isso, afinal, é que importa, para me manter desperto durante o dia.

Tirando isso, nada tenho a dizer.
Curiosamente, acho que depois deste post vou dormir melhor.
Abraço. E estuda, para teres boas notas :)

8 de novembro de 2008

Já fui e já vim




Em Fevereiro são as frequências...

5 de novembro de 2008

Rica pessoa

Isto de família tem muito que se lhe diga, mas ninguém pode negar que os filhos (ou sobrinhos) enriquecem as famílias com valores humanos inigualáveis.
No outro dia, ia de carro e comecei a pensar se preferia ter um filho ou uma conta bancária avantajada na Suiça. A resposta é óbvia: O dinheiro não chora nem faz birras. Por isso, venha de lá o puto :)
Mas foi um pensamento que só me ocupou trinta e sete segundos. Passei o resto da viagem a pensar como iria gastar o dinheiro, caso tivesse essa avantajada conta.
Assim que cheguei a casa, pensei que pudesse partilhar connvosco a diferença entre pessoa rica e rica pessoa. Mais tarde, decidi que poderia lembrar-vos que, com filhos ou não, com conta bancária avantajada ou não, vocês são mais ricos do que pensam. Mesmo sem poupar o dinheiro do tabaco que não gastam. E só falo a nível monetário, que isso de riquezas familiares dava para um blog inteiro.
Afinal, acham-se ricos ou pobres? Descubram aqui!

2 de novembro de 2008

Parabéns aos pais... e ao tio!

Sê bem vinda a este mundo Francisca!

1 de novembro de 2008

Dia de todos os Santos...

É hoje.
Dia de memórias e sofrimento.
De romaria, de encontro à saudade...
Dia triste!








10 meses completos sem fumar :)

Reduzido a cinza

A minha foto
Canas de Senhorim, Viseu, Portugal
À espera de palavras...