Diário de um fumador

Apenas o desespero na forma de palavras

13 de janeiro de 2008

Urgências e Niquitin

Acabo de vir do S.A.P. de Nelas.
Esta noite não dormi nada por causa da tosse e as dores eram um pouco para o insuportável. É uma tosse seca, que me incomoda mesmo.
Assim que cheguei ao médico contei-lhe que estava a tentar deixar de fumar. Fiquei orgulhoso quando lhe disse que estava no 13º dia sem cigarros. Ele, curiosamente, pareceu admirado.
Adiante!
Depois de ele me dizer que estava a chocar qualquer coisita ( a precisão com que o Sr. Dr. me disse isso foi exemplar) e depois de me dizer que não necessitava de antibióticos, prescreve-me uns antibióticos. Fiquei sem perceber, mas lá fui aviar a receita.
Aproveitei a minha ida à farmácia para me armazenar de adesivos de nicotina, pois só tenho um último, que irei utilizar amanhã.
Para além de não serem comparticipados, descobri que a farmácia em questão não vendia os adesivos Nicorette (a marca que uso), mas sim, e exclusivamente, Niquitin.
Ora! Vão-se lá lixar!
E o que mais me incomodou foi o sorriso malicioso da sr.ª Técnica de Farmácia, ou lá o que ela é, quando lhe disse que, assim, a continuidade do meu tratamento até poderia estar em causa.
A indústria farmacêutica que vá à m**da, porque aposto que está a ser controlada por uma outra indústria, muito mais poderosa.
De que vale aconselharem-nos a falar com o médico ou farmacêutico, se estão ambos limitados.
O médico dá palmadinhas nas costas, porque não vale de nada passar receita.
O farmacêutico sorri e só vende o que outros lhe dão a vender.
Ora muito bem haja, na mesma!

2 comentários:

monica disse...

realmente são atitudes que não se compriendem(médico e farmacia).
mas não são essas atitudes que vão prejudicar o seu tratamento, pois a sua vontade é superiror.
parabéns pelos 13 dias sem fumar

Anónimo disse...

13...
Por sugestão de uma conhecida/amiga de ambas as partes resolvo dar uma olhada nesse blogue "sofrido".
Antes de mais: FORÇA!!!
Todas as implicações que hoje em dia nos trazem o acto de fumar, levam a que se repense mais de 2 vezes se vale (porque, de facto, não vale)a pena fumar. E quando digo fumar, refiro-me à nossa privacidade e opção de fumar. Não à nossa estupidez de o fazer com a conscência mais que sabida de que nos faz mal, etc...
Todavia, gostei desse 13 com todos os seus significados. E, notavelmente esta data foi para ti "quase ex-fumador", um desabafo revoltado do gozo que muitos têm face a quem quer deixar de fumar porque assim ele/ela quer e não porque outros impuseram...
bem haja, a ti.

Reduzido a cinza

A minha foto
Canas de Senhorim, Viseu, Portugal
À espera de palavras...